terça-feira, 16 de setembro de 2014

Adolescente coloca fogo em casa de menores infratores no DF

1 º SEMINÁRIO DA SOCIOEDUCAÇÃO

SEMINÁRIO DA SOCIOEDUCAÇÃO/SITRAEMFA

DATA: 20/09/2014  (sábado)

Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP

 Av. Pedro Álvares Cabral, 201. São Paulo - SP

SALA ;Paulo Kobayashi

Horário: 08:00 às 19:00hs






FICHA DE INSCRIÇÕES CLIQUE AQUI E PODERÃO SER ENCAMINHADAS NO E-MAIL: SEC.GERAL@SITRAEMFA.ORG.BR

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Fundação CASA apresenta plano estadual de atendimento socioeducativo

Documento, entregue ao Condeca, traz as metas para execução de medidas socioeducativas nos próximos 10 anos e será aberto para consulta pública nesta segunda (15/9)

A Fundação CASA entregou ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca), no final de agosto, o Plano de Atendimento Socioeducativo do Estado de São Paulo, que traz, além do diagnóstico e da evolução do atendimento no Estado, sete eixos, 12 objetivos e 67 metas para serem atingidas nos próximos 10 anos, após sua aprovação pelo Conselho.

A partir da próxima segunda-feira (15 de setembro), exclusivamente no site da instituição (www.fundacaocasa.sp.gov.br), o documento estará aberto para consulta pública e recolhimento de contribuições que podem ser feitas pelo formulário disponível no sítio. No site da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (SEDS) também haverá link para a consulta na página da CASA.

A redação do plano foi coordenada pela equipe da Fundação e da SEDS, responsáveis por gerir o sistema socioeducativo em São Paulo – a Fundação responde pelas medidas de restrição e privação de liberdade (internação, internação sanção e semiliberdade, além da internação provisória e do atendimento inicial), enquanto a SEDS trata daquelas em meio aberto (prestação de serviços à comunidade e liberdade assistida).

A elaboração serve de planejamento estratégico para a área na próxima década e atende à exigência do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Só depois de o governo federal divulgar o Plano Nacional de Atendimento Socioeducativo, em novembro de 2013, com as diretrizes e eixos operativos nacionais, Estados e municípios puderam começar a compor seus planejamentos, no prazo de até 360 dias.

Entre os eixos de atuação previstos estão qualificar o sistema socioeducativo, atuar com ações preventivas, estruturar e qualificar o sistema socioeducativo, garantir a participação dos adolescentes na execução, realizar ações intersetoriais para efetivação de protocolos e fluxos de atendimento e promover ações intergovernamentais com a articulação das ações.

O desafio a ser enfrentado em São Paulo é grande. De acordo com o Levantamento Nacional 2011 do Atendimento Socioeducativo ao Adolescente em Conflito com a Lei, da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), o aumento do atendimento em São Paulo é superior à média nacional.
Em 2011, o Estado paulista respondia por 43% das internações e internações provisórias do Brasil, do total de 17.677 jovens que se encontravam no sistema. Só as internações provisórias, em São Paulo, aumentaram 35,7% (entre 2010 e 2011), ante a média nacional de 9,68%. Já na internação, o índice foi de 17,70% a mais, enquanto a média brasileira foi de 10,97%.

Reflexo interno
Esses números também se tornam evidentes a partir dos dados da Fundação CASA. Entre 2006 e 2013, houve crescimento de 111% da população atendida (nos atendimentos cabíveis à instituição), saltando de 16.019 para 33.798 jovens.

A internação, a medida gravosa e excepcional segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), teve crescimento de mais de 30% na sua aplicação entre os anos de 2006 e 2013 – de 5.189 jovens internados para 6.768.

Entre todas as internações ocorridas em 2006, o roubo qualificado era o principal ato infracional que justificava a internação dos adolescentes (3.301), seguido pelo tráfico de drogas, com 1.649 jovens. Porém, em 2010, o tráfico ultrapassou o roubo qualificado, correspondendo a 7.539 internações naquele ano, contra 6.610 por tráfico de drogas. A tendência se manteve até 2013, quando 10.700 jovens foram internados por tráfico e 10.086 por roubo qualificado.

Os jovens pretos e pardos, conforme a classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), correspondia a 67% da população atendida em 2013, ante 60% em 2006.

A faixa etária com maior concentração de adolescentes cumprindo algum programa da Fundação CASA é de 15 a 17 anos, em média seis vezes mais do que os adolescentes de outras faixas – de 12 a 14 ou de 18 a 20 anos. Em 2006, 77,76% dos adolescentes possuíam 15 a 17 anos, enquanto o número saltou para 80,44% sete anos depois.

“Mesmo com desafios tão importantes nos meios fechado e aberto, a Fundação CASA evoluiu no seu atendimento, principalmente com a mudança institucional, ocorrida em 2006, adequando suas diretrizes ao ECA e, posteriormente, ao Sinase”, afirma a presidente da CASA, Berenice Giannella. “Entre tantos resultados, conseguimos, por exemplo, reduzir a reincidência de 29%, em 2006, para 13,81% em 2013.”

Depois da consulta pública, o Condeca realizará uma audiência pública, em 15 de outubro, para a aprovação do plano.

http://www.publikador.com/politica/laureenmello/2014/09/fundacao-casa-apresenta-plano-estadual-de-atendimento-socioeducativo/

Jovens de Fundação CASA de Campinas assistirão partida da Liga Nacional de Futsal

Adolescentes poderão conferir toda a técnica do jogador Falcão, que estará na partida entre Brasil Kirin x Green Team


Três adolescentes que cumprem medida socioeducativa no centro da Fundação CASA Jequitibá, localizado na Região Metropolitana de Campinas, assistirão na noite da próxima segunda-feira (15 de setembro), a partida entre os times Sorocaba/Brasil Kirin/Umbro e Luziânia/Green Team (DF) na disputa da XIX Liga Futsal Masculina. O evento acontecerá no Ginásio Poliesportivo Municipal Agostinho Favaro – Lara, na cidade de Paulínia.

Mas para os jovens Marcos, 13 anos, Carlos, 15 anos e Paulo, 16 anos (todos nomes fictícios), o destaque da partida ficará por conta dos lances do atacante Falcão, integrante do time Brasil Kirin e da seleção brasileira. O esportista foi considerado pela AGLA Futsal Awards, instituição com chancela da FIFA, como o melhor jogador da modalidade em 2012.

De acordo com o diretor do centro socioeducativo, Flávio Guerra, os jovens foram escolhidos por sua relação com o esporte. “Eles praticam, acompanham os resultados, são verdadeiros fãs. Por isso, decidimos dar a oportunidade para eles irem ver a partida”, disse.

Além disso, essa será a primeira vez que verão um jogo a nível profissional. “Eles ainda não sabem e acredito que vão se emocionar”, e completa. “Nosso objetivo é com isso oferecer um repertório de vivencias culturais e esportivas, propiciando ao adolescente uma reflexão para repensar criticamente suas escolhas futuras, seus valores e sua a relação com a sociedade”, concluiu.

http://www.publikador.com/politica/laureenmello/2014/09/jovens-de-fundacao-casa-de-campinas-assistirao-partida-da-liga-nacional-de-futsal/

Agente socioeducativo é morto com quatro tiros na cabeça no DF

De folga, ele havia ido a um bar com um colega, no Recanto das Emas.
Homem fugiu de carro; Polícia Civil suspeita que tenha havido execução.

Um agente socioeducativo de 27 anos foi morto com quatro tiros na cabeça na noite deste domingo (14) em um bar da quadra 114 do Recanto das Emas, no Distrito Federal. O homem foi ao local na companhia de um amigo e estava de folga. A Polícia Civil informou que suspeita de execução.


foto meramente ilustrativa (extraido do google)
O crime ocorreu por volta de 20h. Testemunhas dizem que o assassino de aproveitou do momento em que o amigo da vítima se levantou e foi ao banheiro para atirar. O homem fugiu de carro.

O agente trabalhava na Unidade de Internação do Recanto das Emas. Depoimentos da família afastaram a hipótese de que tenha sido um ex-detento. Para os parentes da vítima, a morte do jovem tem a ver com a do sogro, ocorrida há três anos. Na época, o rapaz foi assistente de acusação, e o suspeito foi preso.



“Cabe agora à Polícia Civil investigar e realmente punir e conseguir encontrar aí os verdadeiros culpados dessa tragédia que aconteceu com nosso colega do sistema socioeducativo”, disse o presidente da categoria, Cristiano Torres.'


http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2014/09/agente-socioeducativo-e-morto-com-quatro-tiros-na-cabeca-no-df.html

Adolescentes fazem três reféns em unidade da Fundação Casa Santo André

G1 e Diario do Grande ABC

Tentativa de fuga iniciada às 17h20 deste domingo (14) terminou às 18h30.
Internos liberaram reféns após negociação. Não houve feridos.

Quinze adolescentes da unidade de Santo André da Fundação Casa tentaram fugir na tarde deste domingo (14) e fizeram três funcionários reféns por volta das 17h20.

Segundo a assessoria de imprensa da Fundação Casa, os adolescentes liberaram os reféns por volta das 18h30, se entregaram, e foram para seus dormitórios.
A tentativa de fuga ocorreu no momento em que os internos estavam nas quadras poliesportivas. Os adolescentes não estavam armados e não foi necessária intervenção. Eles se entregaram após negociação.
A equipe da corregedoria geral da Fundação Casa vai instaurar uma sindicância interna para apurar a tentativa de fuga.

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/09/adolescentes-fazem-tres-refens-em-unidade-da-fundacao-casa.html

Andréa Iseki/DGABCA tentativa de fuga de 15 menores da unidade 1 da Fundação Casa, ontem, na Vila Palmares, em Santo André, foi logo resolvida. Segundo a assessoria da unidade, o motim durou cerca de uma hora, e teve início quando os adolescentes tentaram sair do local. Não havendo possibilidades disso acontecer, fizeram três funcionários reféns.

A Fundação Casa contou com o reforço da Polícia Militar para reforçar a segurança da parte externa da unidade. Na rua, cerca de 20 viaturas estavam estacionadas. Internamente, os próprios policiais da instituição quem resolveram o caso e negociaram com os internos, que acabaram por se entregar. 

A situação teve início por volta das 17h30, e foi resolvida às 18h30. Mesmo com a presença de ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), nenhum preso ou funcionário se machucou.

 A equipe de reportagem presenciou o momento em que alguns funcionários foram embora, no entanto, ninguém quis conversar sobre o ocorrido. 

O Corpo de Bombeiros também esteve presente, e interveio quando os jovens infratores colocaram fogo em algumas cadeiras plásticas, o que também foi resolvido rapidamente.  

A equipe da Corregedoria Geral da Fundação Casa vai instaurar sindicância para apurar a tentativa de fuga.


domingo, 14 de setembro de 2014

Menores infratores fazem princípio de rebelião em reformatório na Ilha do Governador RJ

Menores infratores fazem princípio de rebelião em reformatório na Ilha
Jovens chegaram a atear fogo em objetos. Motim foi controlado rapidamente por agentes. Funcionários de outras unidades educacionais foram convocados para dar apoio na supervisão

Rio - Um grupo de cerca de 50 menores infratores, que cumprem pena socioeducativa na Escola João Luiz Alves, na Ilha do Governador, Zona Norte da cidade, realizou um princípio de rebelião, no começo da madrugada deste domingo. Agentes socioeducativos do Degase de outras unidades foram chamados para dar reforço na supervisão dos menores e a Polícia Militar foi acionada.

O motim começou por volta de meia-noite, quando os menores chegaram a atear fogo em objetos, mas foi rapidamente controlado pelos agentes. Funcionários de outras unidades educacionais foram convocados para dar apoio na supervisão.

Os menores envolvidos foram encaminhados para a 37ª DP (Ilha do Governador), onde o caso foi registrado como crime de motim e dano ao patrimônio público. Uma perícia será realizada no local para se ter noção exata dos estragos causados. A Escola João Luiz Alves é um reformatório masculino e possui cerca de 180 menores internados.

Agentes são agredidos nas ruas

Agentes socioeducativos que trabalham com menores infratores dizem estar sofrendo ameaças dos internos. Segundo seus relatos, os adolescentes ficam pouco tempo detidos e voltam para as ruas. Na última sexta-feira, dia 12, um agente foi agredido no Centro do Rio ao ser reconhecido por um grupo de ex-internos. Ele precisou de atendimento médico e registrou queixa na delegacia.


César Mamedio foi agredido por um grupo de ex-internos, próximo ao Tribunal de Justiça, na Avenida Rodrigues Alves. De acordo com a vítima, ele é lotado no Plantão Interinstitucional, setor do Degase que cuida das audiências dos menores infratores na Segunda Vara da Infância e Juventude.

César Mamedio foi agredido por um grupo de ex-internos, ao ser reconhecido na rua
Foto:  arquivo pessoal
Na sexta-feira pela manhã, quando chegava para trabalhar, César foi surpreendido com golpes e pedradas. Ele foi atendido no Hospital Souza Aguiar e precisou tomar pontos no rosto. O agente registrou queixa na 5ª DP (Mém de Sá).

Agentes alegam que os menores sabem que eles não podem usar armas e por isso os ameaçam nas ruas.

Um agente, que preferiu não se identificar, contou que os menores estão amparados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, que não leva em consideração a periculosidade.

 "Eles sabem que andamos desarmados e não temos como nos defender. Além de terem certeza da impunidade e que se pegos, vão sair do internato em pouco tempo", revelou





http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2014-09-14/menores-infratores-fazem-principio-de-rebeliao-em-reformatorio-na-ilha.html

sábado, 13 de setembro de 2014

Jovem que postou foto com maconha é preso; policiais são criticados

Jovem de 19 anos posta foto ostentando 21 pés de maconha é preso. Policiais tiram uma segunda foto com o flagrante e são criticados



Um jovem de 19 anos decidiu ostentar pés de maconha na internet, mas a casa caiu quando a Polícia Militar rastreou sua localização dando flagrante por tráfico de drogas. O caso teria acontecido na quarta-feira (10) e o jovem foi levado ao Presídio da Canhanduba, em Itajaí

Ao todo, 21 pés de maconha e materiais com anotação do tráfico foram apreendidos pelos agentes. As imagem do antes e depois se tornaram um viral na internet com muitos comentários parabenizando a atitude dos policiais, mas com outros criticando a forma de abordagem.

Em entrevista ao clic RBS, o comandante do 1ª Batalhão da PM em Itajaí, tenente-coronel Clayton Marafioti Martins, reprovou o procedimento. “Não se coloca as pessoas em situação de desrespeito e a PM não segue esse caminho para mostrar que está trabalhando. O que estiver fora do padrão vai ser apurado em inquérito ou sindicância”, finalizou.



Leia mais no Farol Blumenau http://www.farolblumenau.com/2014/09/jovem-que-postou-foto-com-maconha-e-preso-policiais-sao-criticados/


  • Adilson Alves Tirar foto com diploma na mão não quer...que é o essencial na vida...
    Curtir · Responder · 2 · 11 h
  • Daiane da Silva É tenente ouvi dizer que os policias dessa foto estão sendo indiciados por terem tirado a foto...
    Acho isso um absurdo pois os cidadãos de bem tem o direito de ver a eficiência da nossa policia militar...
    Eu apoio esses policiais militares...e acho boom o que eles fizeram com esse bandidinho.
    Curtir · Responder · 4 · 11 h
  • Vando Lisboa Correia Gostei mais da segunda, mais diz ai pegar peixe pequeno é fácil.
  • Fabricio Augusto Correa O ridículo são esses policiais respondendo sindicância por causa dessa foto!! Serviço bem feito tem que ser exposto mesmo!! O comando do 1º BPM de Itajaí só pode estar de sacanagem!!!

Justiça proíbe que mãe de deficiente tenha turno alterado

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas acatou o parecer da procuradora Renata Coelho Vieira, do Ministério Público do Trabalho, e proibiu a Fundação Casa de Bauru de alterar o turno de trabalho de funcionária que é mãe de filho com deficiência. O acordão, que não deu provimento ao recurso ordinário impetrado pela Fundação, manteve a sentença de primeira instância julgada pela 3ª Vara do Trabalho de Bauru.
Cícera Yankawa Cardoso ingressou com processo contra a Fundação Casa após ter o horário de trabalho, que cumpria desde 2006, alterado sem qualquer justificativa. A instituição impôs que o turno das 8 às 17h fosse mudado para 12h às 21h.
No entanto, a trabalhadora tinha a rotina estabelecida pela proteção de um dos filhos menores de idade que possui Síndrome de Asperger (transtorno de deficiência de atenção).
Na primeira instância, o juiz André Luiz Alves julgou como totalmente procedentes os pedidos feitos pela trabalhadora, condenando a Fundação Casa à obrigação de manter Cícera Yankawa no horário das 8h às 17h, sob pena de multa diária de R$ 1 mil. A instituição empregadora pediu a revogação da sentença por alegar que a alteração da jornada teve o intuito de aprimorar a execução das funções de agente educacional e melhoria do atendimento ao público.
No parecer apresentado pelo MPT, a procuradora afirma que é impossível vislumbrar uma escola para crianças que funcione no período pretendido pela recorrente (12 às 21h). “Como essa trabalhadora conseguiria se concentrar nas atividades laborais imaginando a toda sorte de riscos que seus filhos estariam expostos, com certeza sua produção diminuiria consideravelmente. Uma vida com sentido dentro e fora da empresa somente é possível a partir da realização de um labor que compatibilize as necessidades e deveres dos obreiros. A Fundação Casa, como órgão da administração pública, deveria dar exemplo”, destacou.
Acatando o parecer, o TRT entendeu como nítido o dano causado pela alteração da jornada de trabalho. “Ainda que assim não fosse, a necessidade do empregador não poderia sobrepor-se ao direito da criança à convivência familiar imprescindível para assegurar o seu desenvolvimento saudável”, ressaltou no seu voto a juíza relatora Andrea Guelfi Cunha.
Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). Procurada pela reportagem, a Fundação Casa, por meio de sua assessoria de comunicação, informou que não irá se posicionar sobre o assunto.

http://www.jcnet.com.br/Geral/2014/09/justica-proibe-que-mae-de-deficiente-tenha-turno-alterado.html

Jovens da Fundação Casa aprendem matemática com site mais usado no mundo

Adolescentes estudam com a Khan Academy, inclusive para se preparar para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas Mais de 140 adolescentes, que cumprem medida socioeducativa de internação em seis centros, aprendem com a maior plataforma online e gratuita de matemática do mundo, a Khan Academy. A iniciativa, fruto de uma parceria entre a Fundação CASA do Estado de São Paulo e a Fundação Lemann, permite aos jovens terem acesso ao site educativo que foi usado por mais de 50 milhões de pessoas no mundo, em 2013.

A ferramenta foi criada por Salman Khan nos EUA e se popularizou depois de uma declaração de Bill Gates de que seus filhos a utilizavam para estudar. Desde janeiro, está disponível em português.

Em uma ou duas oficinas semanais, com uma hora e meia de duração cada, os jovens dos Ensinos Fundamental e Médio, que nunca antes tiveram essa experiência, acessam os conteúdos nos laboratórios de informática dos centros socioeducativos. O acesso à internet fica restrito apenas ao site da Khan Academy, que traz mais de 300 mil exercícios e 1000 videoaulas.

Nessa primeira fase da parceria, algumas CASAs utilizam a Khan Academy: CASAs Rio Tâmisa, na zona leste da capital paulista; Morro Azul, em Limeira; Novo Tempo, em Franco da Rocha; Madre Teresa de Calcutá I e II, em Iaras; e Taubaté.

Cerca de 30 coordenadores pedagógicos, pedagogos e agentes educacionais formados em matemática, foram capacitados para utilizar a plataforma nas aulas da disciplina. Cada equipe teve autonomia de implantar o projeto no centro socioeducativo onde atua, segundo a realidade escolar dos jovens. De acordo com os coordenadores, os adolescentes estão muito interessados e encantados pela ferramenta.

Os professores relatam que os alunos se engajam porque o site oferece desafios e um funcionamento semelhante a um jogo, no qual os alunos ganham pontos e medalhas à medida que progridem.

Segundo a superintendente Pedagógica da Fundação CASA, Marisa Fortunato, o objetivo da parceria é, principalmente, auxiliar os jovens que possuem dificuldade na matemática, que pode ser aprendida de maneira mais interativa e divertida. “A vantagem da Khan Academy é que se utiliza da linguagem da internet, que é mais atraente aos jovens”, afirma Marisa.

A fase experimental da iniciativa vai até dezembro de 2014. Após avaliação conjunta do trabalho realizado, se considerado positivo, a Khan Academy será implementada paulatinamente nos centros socioeducativos de todo o Estado de São Paulo.

A plataforma tem sido utilizada, inclusive, como estudo para os jovens da Fundação CASA que participam da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), cuja segunda fase ocorre neste sábado (13 de setembro).

Além dos jovens da Fundação CASA, há mais de 70 mil alunos de escolas públicas usando a ferramenta no Brasil, do Ceará ao Paraná, por meio de parcerias com a Khan Academy no Brasil.

Sobre a Khan Academy
A Khan Academy é uma organização sem fins lucrativos criada nos Estados Unidos em 2006 por Salman Khan. Tudo começou quando ele, que era analista do mercado financeiro, começou a dar aulas de matemática para sua prima por meio da internet.

Com talento para ensinar, Khan criou a primeira versão da plataforma de exercícios online e passou a publicar videoaulas no Youtube. O conteúdo se tornou popular que Salman Khan passou a se dedicar exclusivamente a Khan Academy, utilizada hoje em mais de 200 países.

Desde janeiro, ela está disponível em português, graças a uma parceria entre a Khan Academy e a Fundação Lemann. Também são parceiros do programa que a leva para as escolas no Brasil, o Instituto Natura, o Instituto Península, o Ismart e a Fundação Telefônica.

http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,701922,Jovens_da_Fundacao_Casa_aprendem_matematica_com_site_mais_usado_no_mundo,701922,8.htm

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Seis adolescentes fogem do Centro Socioeducativo Aquiry, na capital do acre

Direção do centro informou que as Polícias Militar e Civil foram informadas. 
Atualmente 93 adolescentes estão internados no centro. 

Seis adolescentes fugiram do Centro Socioeducativo Aquiry na manhã desta sexta-feira (12). Segundo diretor do local, Leonardo Carvalho, os adolescentes fugiram no momento em que um agente socioeducador fazia a retirada dos jovens para a realização de atividades diárias.


"Nós ainda estamos apurando direito como tudo aconteceu. Mas, segundo os agentes que estavam de plantão, os jovens renderam o socioeducador quando ele abria o alojamento e pegaram as chaves. Então, eles abriram alguns alojamentos e soltaram os demais", disse.

Carvalho explica que os socioeducandos seguiram em direção ao muro do centro e escalaram o local. "Os seis escalaram o muro e conseguiram fugir, os demais foram detidos ainda dentro do centro", falou.
O diretor informou que a Polícia Militar (PM) já foi informada da fuga e também já foi pedido apoio da Civil. "Estamos verificando os dados desses adolescentes, endereço e número de familiares. Já começamos as buscas para conseguirmos resgatar o quanto antes esses socioeducandos", finalizou.
Atualmente estão internados no centro 93 adolescentes em conflito com a lei e dez agentes socioeducadores trabalham no local, por plantão, divididos em várias tarefas diárias.

Agente do DEGASE é agredido por menores em plena rua após ser reconhecido

Um agente socioeducativo foi espancado após ser reconhecido por menores infratores , no início da tarde de hoje, no Santo Cristo, Centro da Cidade.

O agente Cesar Mamédio trabalha no PI (Plantão Institucional). Ele foi reconhecido por cinco menores infratores quando saiu da 2ª Vara da Infância e Juventude.
O agente foi agredido com socos, chutes e pauladas. Cesar ficou muito ferido e está internado no Hospital Souza Aguiar, que fica também no Centro.

Interno da Fundação Casa é agredido enquanto dormia

Um jovem de 18 anos foi agredido enquanto dormia, por volta da meia-noite desta quarta-feira (10), em uma unidade da Fundação Casa, que fica nas redondezas do Jardim Bela Vista, em Bauru.
De acordo com o boletim de ocorrência (BO), a vítima foi acordada com chutes e murros de outros dois jovens internos, de 18 e 19 anos, que apagaram a luz durante a agressão.
O ataque só parou quando dois agentes de segurança entraram no alojamento e ascenderam a luz, socorrendo a vítima.


http://www.jcnet.com.br/Policia/2014/09/interno-da-fundacao-casa-e-agredido-enquanto-dormia.html

Deputado rejeita a redução da maioridade penal no Brasil

Valmir Assunção encontrou-se com representantes de movimentos negros
Valmir Assunção encontrou-se com representantes de movimentos negros
Membros de diferentes movimentos sociais de luta contra o racismo, a intolerância religiosa e o genocídio de jovens negros se reuniram no comitê de campanha do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), em Salvador, na noite dessa quarta-feira (10/9), para debater mais ações políticas e institucionais.
Junto com os candidatos a deputado estadual Elias Sampaio (PT) e João Lopes (PT), Valmir destacou assuntos que considera pouco pautados na sociedade e por políticos nesse período eleitoral, como os casos recentes de racismo no futebol e a redução da maioridade penal.
O petista citou o Estatuto da Igualdade Racial, que foi sancionado pelo governador Jaques Wagner (PT) e declarou ser contra a redução da maioridade penal. “Agora, o movimento negro da Bahia conseguiu uma importante ferramenta de luta, o estatuto envolve ações importantes como cotas para concursos públicos e mais fomento para cultura”, disse Assunção.

http://www.tribunadabahia.com.br/2014/09/11/deputado-rejeita-reducao-da-maioridade-penal-no-brasil

Marília registra aumento no número de adolescentes detidos por tráfico

Conselho tutelar de Marília registrou 5.260 ocorrências em 3 meses.
Grupo ajuda famílias com filhos envolvidos com drogas.

Do G1 Bauru e Marília
Aumenta número de adolescentes envolvidos com tráfico  (Foto: Reprodução / TV TEM)Número  de adolescentes envolvidos com tráfico preocupa em Marília (Foto: Reprodução / TV TEM)

O número de adolescentes apreendidos por tráfico de entorpecentes em Marília (SP) já aumentou em relação a 2013 e esse ano mal passou da metade. Em 2013, 80 adolescentes foram apreendidos por envolvimento com drogas em todo o ano. Já neste ano, até o fim de agosto, já foram 84.
Uma mulher, que prefere não se identificar, tem um filho envolvido com drogas e conta que tudo começou com a maconha quando ele tinha apenas 10 anos. “O tempo foi passando e as coisas foram se agravando. Primeira coisa é a mudança de comportamento. Já não queria mais ficar na escola. Mudava para outra escola e dali a pouco saía daquela e ia pra outra. Prestou vestibular, tudo o que ele começava não terminava."
Casos como este estão cada vez mais frequentes, segundo a polícia. O delegado seccional de Marília, Luís Fernando Quinteiro, defende medidas mais duras para adolescentes infratores e diz que todo o problema começa por falta de rigidez da família na educação. "Percebemos que para esses casos a família está desestruturada. O pai e a mãe não têm mais controle, não têm mais domínio sobre o filho. Na minha opinião o que devemos ter são medidas socioeducativas mais rígidas, internação para esse adolescente em um prazo maior e pena mais severa para o traficante que faz esse aliciamento desse adolescente."

Nos meses de abril, maio e junho, o Conselho Tutelar de Marília registrou 5.260 ocorrências. Número 25% maior que a média dos outros trimestres. A maioria dos casos é por evasão escolar e tráfico de drogas. O promotor da vara da infância e da juventude Jurandir Afonso Ferreira também acha que muitos pais perderam a autoridade sobre os filhos e diz ainda que o estado tem sido omisso nas punições. Hoje, o adolescente apreendido com drogas tem a sensação de impunidade já que apenas na terceira vez é internado na Fundação Casa.
Polícia defende medidas mais duras (Foto: Reprodução / TV TEM) 
Polícia defende medidas mais duras
(Foto: Reprodução / TV TEM)

"O Estado não tem coragem de punir porque sabe que não fez a parte preventiva. Nós precisamos trabalhar com a parte preventiva. Precisamos dar esporte, cultura, lazer e um pouco de trabalho para que ele possa acostumar com trabalho e que possa ter um dinheirinho lícito e conviver com pessoas que trabalham que sejam bons exemplos para eles."
Um grupo de pais se reúne uma vez por semana em Marília para conversarem sobre as tentativas de resgatar os filhos das drogas. Para isso contam com a ajuda de quem já enfrentou o problema e venceu. O grupo “O amor exigente” segue uma cartilha com algumas normas simples que devem ser aplicadas em casa como forma de prevenir e também de remediar. "A melhor saída é o que eu passei de experiência eu possa transferir pra quem necessite dessa ajuda. É o caminho que vai ser mostrado pera que ele tenha uma solução no seu problema dentro da sua vida", conta o presidente do grupo Gérson Gomes Coelho.
Foi aplicando essas regras que uma mãe livrou o filho das drogas. "Não gritar, ter outro modo de conversar com nossos filhos sem corrigir, sem agredir. Discordar sem ofender são as frases do amor exigente", ensina a mãe.

Menor é apreendido com drogas dez dias após sair da Fundação Casa

Segundo a PM, adolescente foi apreendido em flagrante por tráfico. Ocorrência foi encaminhada à Delegacia Sede de Itanhaém, no litoral de SP.

Um menor foi apreendido em flagrante por tráfico de drogas em Itanhaém, no litoral de São Paulo, na noite desta quinta-feira (11). Segundo informações da Polícia Militar, o adolescente de 14 anos tinha saído da Fundação Casa há 10 dias.
Após denúncia, policiais se dirigiram ao bairro Jardim Guapurá e encontraram o suspeito com um saco de lixo na mão. Ao avistar as viaturas, o jovem tentou fugir, mas acabou detido pelas autoridades. Com o menor, foram encontradas 580 pedras de crack, 610 pinos de cocaína e 200 papelotes de maconha.
O adolescente foi apreendido por ato infracional de tráfico de drogas. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia Sede do município.

G1

Reunião dos Reabilitados

reabilitados 2
No dia 13/09, sábado, às 10hs ocorrerá na sede do SITRAEMFA, (av. Celso Garcia, 4031 - Tatuapé) reunião com os funcionários reabilitados da Fundação CASA, que deverão discutir encaminhamentos jurídicos do seu local de trabalho.
Participe!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Mais de 500 jovens da Fundação Casa estão na 2ª fase da Olimpíada de Matemática

Número de aprovados teve aumento de 13% este ano

De acordo com a gerente escolar da Fundação CASA, Neusa Flores, o aumento da participação se deve ao estímulo ao estudo Divulgação/ USP Imagens
Cerca de 540 adolescentes que cumprem medida socioeducativa em 81 centros da Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente), antiga FEBEM (Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor), em São Paulo, passaram para segunda fase da 10ª OBMEP (Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), que acontece na tarde do próximo sábado (13).
Na 9ª edição de 2013, o número de jovens da Fundação que passaram para a segunda fase da foi 472, o que significa que houve um aumento de 13% no número convocados neste ano.
De acordo com a gerente escolar da instituição, Neusa Flores, o aumento da participação dos adolescentes se deve ao estímulo ao estudo.
“Eles são incentivados pelos professores a participar. Mostramos que o estudo amplia o panorama de visão deles e gera novas possibilidades”, explica.

http://noticias.r7.com/educacao/mais-de-500-jovens-da-fundacao-casa-estao-na-2-fase-da-olimpiada-de-matematica-11092014